Livraria faz sucesso com vendas de livros didáticos pelo Whatsapp

‘Compre Seu Livro’ foi pioneira no serviço em Alagoas e atende todo o país

710

Em 2012, Nicole Ristau e sua mãe, Semhia, foram ao Sebrae em Alagoas procurar informações que as ajudassem a decidir qual negócio abrir, uma loja de roupas ou uma livraria virtual para livros didáticos e paradidáticos. A expertise do consultor foi determinante: “pode abrir a livraria que dá certo”. Quatro anos depois, Nicole, agora, procura um sócio para expandir seu negócio, o site ‘Compre Seu Livro’, e mudar de patamar, de Microempreendedor Individual (MEI) para Microempresa (ME).

A ideia do site compreseulivro.com.br – que conta com entrega por delivery em Maceió e envio pelos Correios para outras cidades do país – surgiu ao observar o trabalho que os pais tinham para comprar a lista de livros pedidos pela escola. Às vezes, precisavam procurar o título direto na editora, outras vezes, só encontravam a obra em uma livraria mais distante, tomando mais tempo, fracionando a compra e até a possibilidade de descontos.

“Na escola da minha mãe, passamos a montar o kit de livros por turma. Eu ia diretamente à editora, fazia os pedidos, organizava e o pai já recebia tudo pronto. Era uma comodidade a mais para eles. Eu estava pensando em abrir um negócio, minha mãe deu a ideia da livraria virtual, conversamos com outros pais e vi que tinha a demanda. Quando o consultor falou que era uma oportunidade a se investir, criei o site e comecei o trabalho de divulgação com escolas e clientes”, contou Nicole.

A empreendedora saiu do Sebrae até com o nome da loja, planejamento de algumas ações e cursos de capacitação. “Fiz vários na época. Lembro-me do SEI Planejar, SEI Comprar e SEI Vender”, enumera, citando as oficinas que integram as soluções SEI, voltadas especialmente para o Microempreendedor Individual.

O faturamento cresceu à medida que Nicole fazia o ‘trabalho de formiguinha’, apresentando o site em escolas, fechando parcerias, atendendo e conhecendo novos clientes. “Teve uma época que muitas mães de Maceió já tinham o meu número e me ligavam para pedir orçamento, verificar livros, ver como fazia a encomenda. Então, para controlar melhor esse atendimento, adotei um telefone apenas para a empresa e instalei o WhatsApp. O contato por lá é melhor, porque a lista já vem pronta, não preciso ficar anotando ou deixar de atender alguém por estar em outra ligação ou em um compromisso”, compartilhou a empresária.

Esse tipo de atendimento personalizado foi o diferencial que impulsionou a ‘Compre Seu Livro’. Perfis no Instagram e Facebook também ajudaram a divulgação fora do estado, e Nicole já enviou kits de livros para Salvador/BA, João Pessoa/PB e Recife/PE, e já recebeu listas até do Rio de Janeiro e São Paulo.

“A logística é um grande desafio, pois é raro as editoras trabalharem com estoque, então temos que encomendar os livros, esperar chegar e depois enviar para os pais. Por conta disso, encomendas para lugares mais distantes podem demorar um pouco”, afirmou Nicole, realista, para logo completar. “Não achei que a ideia da livraria virtual daria tão certo, por isso, acho que agora seria ideal ter um sócio, alguém não só para investir e fazer crescer a livraria, mas para ajudar a resolver questões do dia a dia, fazer contato com as editoras, ir atrás de clientes e escolas”.

A vontade de crescer e investir no negócio em pleno período de crise pode parecer insensata para algumas pessoas, porém, é o diferencial de evoluir o atendimento para manter o melhor serviço para os clientes que motiva a dona da ‘Compre Seu Livro’, assim como outros empresários que chegam ao balcão de atendimento do Sebrae em Alagoas perguntando como eles podem proteger e fortalecer seus negócios.

“O Sebrae está em todos os momentos empresariais de quem tem um pequeno negócio, seja MEI, ME ou EPP [Empresa de Pequeno Porte]. Ao crescer, o empresário precisa organizar sua estrutura, rever sua estratégia, analisar seus processos e fluxos, observar os critérios para capacitar a equipe, discutir sua estratégia e visão de futuro e trabalhar com foco, evitando que o crescimento seja acima de sua capacidade. Em qualquer situação, todo crescimento requer planejamento”, afirmou Marcos Alencar, gerente da Unidade de Atendimento Empresarial (UAE) do Sebrae em Alagoas.

Fonte: PEGN 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments