O futuro do e-commerce: o que esperar para 2018?

92

A Ebit, empresa de consultoria especializada em lojas online, mediu que, apenas no primeiro semestre, houve um aumento de 7,5% nesse número.

Em 2018, a tendência é que esse movimento continue crescendo. A maior familiarização do público com essas plataformas, a qualificação das ferramentas utilizadas e a melhoria da experiência de compra são alguns dos fatores que levam a esse diagnóstico.

Outra questão importante é que esse crescimento gera uma concorrência saudável, o que permite ao consumidor encontrar preços mais competitivos.

Para ajudar você a entender um pouco de como será o futuro do e-commerce, listamos no post de hoje as principais tendências desse setor para o ano de 2018. Confira!

Customização de produtos

Você se lembra daqueles sites que vendem camisetas, canecas e mais itens que podem ser personalizados conforme o gosto do cliente? Esse tipo de experiência ganhou força e migrou para outras áreas.

Por esse motivo, uma grande tendência para 2018 no e-commerce é a customização de produtos. Diversas empresas grandes já utilizam esse conceito, permitindo, assim, que o cliente tenha uma experiência única com base nas suas preferências e trazendo uma solução mais adequada para cada caso.

Gerar esse tipo de experiência é algo de imenso valor e fortalece muito a relação entre empresa e cliente, especialmente por tirar um pouco daquela sensação de ser apenas um mero comprador. A customização faz com que a empresa crie autoridade no mercado e seja vista com bons olhos por todos.

Um ponto importante é que isso não se reduz a empresas desse tamanho e ainda é uma área pouco explorada. Ou seja: existe um imenso potencial, e quem começar logo vai se colocar à frente dos demais com uma grande vantagem competitiva.

Para quem tem um e-commerce para vender os produtos que fabrica, essa é uma alternativa bem viável para se destacar no mercado. Para quem trabalha com marcas de outros fabricantes, é possível verificar quais parceiros são capazes de atender a essa demanda de customização e assim oferecer isso na sua loja virtual.

Compra personalizada

A compra personalizada não é o futuro, já é o presente. Mas como ela será uma tendência em 2018 se já está em voga? A questão aqui não é a novidade, e sim a consolidação de uma prática que vem funcionando muito bem.

Utilizar o histórico de navegação e compra do cliente facilita muito para oferecer opções melhores e, assim, aumentar o número de vendas, além de qualificar a experiência oferecida para ele.

E quem ainda não investe nesse tipo de ferramenta tem, no ano que se aproxima, uma espécie de segunda chamada, visto que a ausência desse recurso acarretará a perda de espaço, principalmente pela exigência dos consumidores em contar com soluções assim.

Soluções híbridas

As soluções híbridas são uma série de serviços diferenciados. Um dos grandes destaques nesse cenário e que se encaixa bem em lojas virtuais é a facilitação do serviço de entrega.

Em diversas ocasiões, os clientes compram no site e têm pressa para receber o produto. Visando solucionar isso, muitas empresas possibilitam que a retirada seja feita em uma loja física.

É claro que nem todas contam com essa opção, pois muitas trabalham somente online, mas, com certeza, é uma prática muito valorizada pelo público.

Aumento do uso do mobile

Já é fato que grande parte das compras em lojas virtuais é feita via dispositivos móveis. Por isso, oferecer soluções para facilitar o uso desses equipamentos não é simplesmente o futuro do e-commerce, mas a adequação a uma tendência forte e que vai se solidificar ainda mais em 2018.

Caso a sua loja virtual não ofereça essa facilidade de navegação, os clientes irão para sites concorrentes. Além disso, criar uma versão responsiva do seu site não é algo caro, e o custo/benefício vale a pena.

Valorização da produção de conteúdo

Todos recebemos milhares de ofertas por dia, sendo que muitas são agressivas e nem mostram detalhadamente do que tratam. Sendo assim, é importante cada vez mais unir a produção de conteúdo de qualidade à divulgação dos produtos.

Uma dica para isso são os vídeos, já que eles conseguem reunir bastante conteúdo em pouco tempo e, assim, passar uma explicação mais completa sobre o funcionamento dos produtos que estão sendo comercializados.

Um motivo forte para investir nesse recurso é que o processo de pesquisa do cliente fica cada vez mais facilitado, o que, naturalmente, os torna mais exigentes. Dessa maneira, quanto mais você qualificar esse processo, mais pontos positivos mostrará.

Maior utilização da inteligência artificial

A inteligência artificial vem sendo aplicada com sucesso nas lojas virtuais. Considerando o futuro do e-commerce, podemos dizer que essa é uma das mais fortes tendências para 2018.

Um grande exemplo disso são os chatbots, softwares que permitem simular a interação humana entre um atendente e o cliente. Ao automatizar esse processo, ganha-se muito em produtividade, otimização de custos e agilidade no processo.

Essa ferramenta permite rapidamente identificar os principais dados do cliente e, assim, oferecer uma jornada de compra melhor. Vale lembrar que, no mundo virtual, a velha máxima de que “tempo é dinheiro” tem cada vez mais valor, então, quem facilitar o processo de compra tanto em tempo quanto na qualidade dos serviços prestados vai ser visto de uma maneira diferenciada pelo mercado.

No marketing digital para e-commerce, a inteligência artificial também pode ser uma grande aliada, permitindo automatizar o uso de determinadas ferramentas, inclusive a criação de campanhas em mecanismos de busca e redes sociais, e-mail marketing e o uso do SEO.

Com base nessas dicas, você já tem um bom panorama sobre o futuro do e-commerce em 2018, então basta encontrar a melhor maneira de colocá-las em prática no seu negócio para colher os frutos que essas soluções apresentam.

Fonte: E-commerce News

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments