Dupla é presa por usar site de vendas OLX para atrair vítimas e praticar assaltos

Segundo a polícia, mais de seis pessoas integram organização. Eles atraíam as vítimas com anúncio de moto, à venda por até R$ 11 mil

744

Um homem de 26 anos e uma mulher de 39 foram presos suspeitos de integrar uma quadrilha que utilizava o site de vendas OLX para atrair e assaltar pessoas no Grande Recife. De acordo com a delegada Ana Luiza de Mendonça, mais de seis pessoas fazem parte dessa organização. Eles atraíam as vítimas com o anúncio de uma moto, à venda por valores entre R$ 8 mil e R$ 11 mil.

O grupo era muito bem organizado e cada integrante era responsável por uma etapa do assalto, segundo Ana Luiza. Um anunciava o produto, outro falava com a vítima ao telefone e combinava o local do encontro e quatro realizavam, de fato, o roubo. O esquema funcionava desde março deste ano, no Recife e em Jaboatão dos Guararapes.

De acordo com a polícia, a marca da moto e o local combinado para a falsa comercialização do veículo variavam. Os criminosos ainda estudavam o perfil da vítima. “Por exemplo, se ela morasse e estivesse acostumada a andar na Zona Sul, o encontro era marcado na Zona Norte”, detalha a delegada. A tentativa era facilitar a ação criminosa.

“Tudo era planejado, pensado. A pessoa não sabia andar bem no local e acabava ficando desnorteada. O grupo também colocava essa mulher para falar com a vítima ao telefone. Ela se dizia evangélica e que estava se desfazendo do bem porque ia se mudar com o marido. Por último, quatro integrantes armados aguardam a vítima no local combinado e levavam tudo dela”, conta a delegada.

Já o homem que foi preso faz parte do grupo que realiza o roubo, segundo Ana Luiza. Ele foi detido na tarde da terça-feira (26), durante uma emboscada da polícia no bairro do Ibura, Zona Sul do Recife. A mulher foi localizada em seguida e presa também em flagrante.

A polícia chegou até a organização por meio de uma das vítimas, que foi alvo da quadrilha na semana passada. Eles roubaram R$ 8 mil em dinheiro e mais os pertences dela. “Como ela acessou de novo o site e viu um anúncio parecido, resolveu entrar em contato conosco. Nós então decidimos usá-la para criar essa emboscada. Ela se colocou como uma compradora e nos informou o local combinado para a transação.”

A delegada já conseguiu identificar seis vítimas, mas acredita que mais de 20 pessoas caíram na armadilha. “Peço que se alguém passou por uma situação semelhante nos procure na delegacia de Prazeres [Jaboatão dos Guararapes]”.

O homem foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) e a mulher à Colônia Penal Feminina do Recife. Eles foram autuados por roubo qualificado. A polícia segue em diligências na tentativa de localizar o resto da quadrilha. “Vou pedir a prisão preventiva desses que estão foragidos”, adiantou Ana Luiza.

Resposta da empresa
Por meio de nota, a assessoria de imprensa do site OLX lamentou o ocorrido, colocou-se “à disposição das autoridades para colaborar no que for necessário” e informou que “disponibiliza um botão de denúncia em todos os anúncios”. A empresa também recomenda que “quando os usuários verificarem a existência de anúncios que apontem para práticas irregulares ou conteúdos indevidos, denunciem o conteúdo no próprio site ou entrem imediatamente em contato com a equipe de atendimento ao cliente da empresa, para que sejam tomadas as medidas necessárias”.

No texto, a OLX destacou ainda que “não participa na negociação realizada entre comprador e vendedor, que é feita fora do ambiente do site”. A empresa ressaltou também que “preza pela qualidade do serviço prestado, por isso conta com uma equipe de atendimento dedicada a aprimorar e melhorar ainda mais seu serviço, a fim de manter segura a comunidade de usuários”.

Fonte: G1

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments