Vendas do varejo caem 5,3% em agosto em São Paulo, diz ACSP

O recuo de agosto (-5,3%) foi menor do que no acumulado do ano (-10,2%). De janeiro a agosto, as vendas a prazo caíram 6,6% e à vista 13,8%

324

O movimento de vendas do comércio varejista de São Paulo caiu em média 5,3% em agosto, na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo balanço de vendas divulgado nesta quinta-feira (1) pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Os desempenhos das comercializações a prazo e à vista foram semelhantes, com recuos de 5,4% e de 5,2%, respectivamente.

No período acumulado – de janeiro a agosto de 2016 – o setor já acumula retrações de 6,6% nas vendas a prazo e de 13,8% à vista, frente ao mesmo período em 2015. A queda média, portanto, é de 10,2%.

Segundo o presidente da ACSP, Alencar Burti, os resultados negativos são explicados pela recessão, mas há boas perspectivas. “O recuo do mês (-5,3%) foi bem menor do que no acumulado do ano (-10,2%), apontando para um possível arrefecimento da queda”, afirma.

Uma das razões para o enfraquecimento do ritmo de queda em agosto é o fato de o mês ter tido um dia útil a mais do que no ano passado. Além disso, agosto de 2015 já havia registrado queda de 7,2% nas vendas a prazo e de 9,8% à vista (média de -8,5%), o que favoreceu a base de comparação em 2016.

Variação mensal
Na comparação com julho de 2016 – mês sem data comercial – o varejo paulistano registrou, em agosto, altas de 3,2% nas comercializações a prazo e de 4,3% à vista (média de 3,8%). O saldo positivo se deve ao Dia dos Pais – que ajudou a movimentar o comércio. Outros motivos são o dia útil a mais, as liquidações de produtos da moda Outono-Inverno e a chegada de itens Primavera-Verão.

Fonte: G1

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments