Venda de carros e comerciais leves em junho sobe 2,7% sobre maio

Na comparação com junho do ano passado, as vendas do mês passado encolheram 18,6%, numa redução no ritmo de queda verificado no início do ano, quando a taxa de recuo sobre o ano passado chegou perto de 40%

321

Os licenciamentos de automóveis e comerciais leves novos no Brasil em junho subiram 2,7% sobre maio, enquanto na comparação anual seguem mostrando redução no ritmo de declínio apresentado no início deste ano, segundo dados de fontes do mercado nesta sexta-feira.

As vendas de carros e comercias leves, segmento que inclui utilitários esportivos além de vans e picapes, somaram 166,7 mil unidades em junho, ante 162,3 mil em maio, com o crescimento sendo em parte apoiado por mais dias úteis de venda.

Pela média de emplacamentos por dia útil, indicador chave para o setor, os licenciamentos de junho corresponderam a 7.578 veículos, queda ante os 7.734 de maio.

Na comparação com junho do ano passado, as vendas do mês passado encolheram 18,6%, numa redução no ritmo de queda verificado no início do ano, quando a taxa de recuo sobre o ano passado chegou perto de 40%.

Com o resultado de junho, no acumulado dos seis meses do ano os licenciamentos de carros e comerciais leves somaram 952,3 mil unidades, uma queda de 25% sobre o mesmo período do ano passado.

Segundo a associação nacional dos fabricantes de veículos, Anfavea, o mercado poderá iniciar uma recuperação mais para o final do ano, diante do recrudescimento da crise política que poderá incentivar a confiança de empresários e investidores. A entidade espera que as vendas de veículos este ano caiam 19%, para cerca de 2 milhões de unidades.

No ranking do segmento, General Motors teve vendas de 28,1 mil carros e comerciais leves em junho, seguida pela Fiat, que teve emplacamentos de 25,5 mil, enquanto a coligada Jeep vendeu cerca de 4 mil utilitários esportivos no período, informou uma das fontes.

O grupo alemão Volkswagen apurou licenciamentos de 20,9 mil carros e comerciais leves em junho, ficando na terceira posição. A empresa foi seguida pela sul-coreana Hyundai, com vendas de 16,8 mil unidades; pela japonesa Toyota, com emplacamentos de 15,5 mil veículos; e pela norte-americana Ford, que teve vendas de 14 mil unidades no mês passado.

Fonte: Folha de S.Paulo

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments